quarta-feira, dezembro 03, 2008

Banco público português?

"O BPP vai ser salvo por um consórcio de seis bancos (os grandes) que se preparam para injectar 400 e tal milhões no banco que geria fortunas. Ora, estes seis bancos são os mesmíssimos que andam a pedir avais ao Estado. Donde se depreende que também o BPP é nacionalizado, por portas travessas, claro, mas com a garantia do dinheiro de todos.

E o Banco de Portugal já veio dizer que a coisa é para bem da imagem do país. Ó meus senhores, o meu crédito na banca é bastante mais pequenino. A bem da imagem do país, podiam perdoar a coisa. Eu ficava mais desafogado e garanto que não ando a desbaratar o dinheiro em operações obscuras. Só nuns livritos, uns CDs e DVDs, às vezes umas viagens. Coisa menor ao pé do que estes administradores de fortunas fizeram." -- in Cibertúlia

Onde é que eu assino por baixo esta declaração?

Enfim, coisas (vergonhosas e escandalosas) da vida ...

1 comentário:

zedeportugal disse...

Caríssimos,

Venho pedir-vos que, na medida da vossa vontade e da vossa disponibilidade, suportem e ampliem esta causa de vida e de justiça.
http://umjardimnodeserto.nireblog.com/post/2008/12/18/nao-ha-causa-maior-que-a-da-vida
Não mais é possível a passividade face ao verdadeiro genocídio moderno que é o aborto.
São precisas 4000 assinaturas até ao fim do ano nesta petição.
http://www.gopetition.com/petitions/revisaoleiaborto/signatures.html
Bem-hajam.

José de Portugal