terça-feira, maio 30, 2006

Visita do Papa Bento XVI à Polónia

Inicio do discurso do Papa Bento XVI em pleno campo de concentração de Auschwitz, na sua visita à Polónia - Maio de 2006.
"É quase impossível falar neste lugar de horror, onde se acumularam crimes contra Deus e a Humanidade sem paralelo na História - e é especialmente difícil para um cristão, um Papa que vem da Alemanha.Neste lugar, as palavras faltam e só nos resta um silêncio escandalizado. Um silêncio que é um grito interior para Deus: Porque é que ficaste em silêncio? Porque é que conseguiste suportar tudo isto?Neste silêncio, curvamo-nos interiormente perante a multidão incontável de pessoas que aqui sofreram e morreram; este silêncio transforma-se em clamor de perdão e reconciliação, um pedido a Deus, para que não deixe que isto se repita."

Que grande senhor, este Papa! Surpreendeu-me e continua a surpreender-me todos os dias.
Que Deus o abençõe.

Enfim, coisas da vida!

segunda-feira, maio 15, 2006

Seres espirituais ...

"Não somos seres humanos passando por uma experiência espiritual, somos seres espirituais passando por uma experiência humana."

Teilhard de Chardin (padre jesuíta, teólogo, filósofo e também paleontólogo francês)

Esta realidade tão concreta e verdadeira, muitas vezes é esquecida mesmo por nós "pessoas da Igreja" - e queremos fazer com que a nossa passagem por este mundo seja marcadamente "física" e como dizia à pouco tempo o Papa, "utilizamos a Igreja para subir na vida" será correcto?