terça-feira, maio 30, 2006

Visita do Papa Bento XVI à Polónia

Inicio do discurso do Papa Bento XVI em pleno campo de concentração de Auschwitz, na sua visita à Polónia - Maio de 2006.
"É quase impossível falar neste lugar de horror, onde se acumularam crimes contra Deus e a Humanidade sem paralelo na História - e é especialmente difícil para um cristão, um Papa que vem da Alemanha.Neste lugar, as palavras faltam e só nos resta um silêncio escandalizado. Um silêncio que é um grito interior para Deus: Porque é que ficaste em silêncio? Porque é que conseguiste suportar tudo isto?Neste silêncio, curvamo-nos interiormente perante a multidão incontável de pessoas que aqui sofreram e morreram; este silêncio transforma-se em clamor de perdão e reconciliação, um pedido a Deus, para que não deixe que isto se repita."

Que grande senhor, este Papa! Surpreendeu-me e continua a surpreender-me todos os dias.
Que Deus o abençõe.

Enfim, coisas da vida!

2 comentários:

RPM disse...

apareci aqui por uma viagem de busca...

e vi este texto onde fala dos horrores...

mas os horrores estão presentes no nosso dia-à-dia...mesmo na nossa terra.

as injustiças, a indiferença...e aqui o homem ainda não soube sarar...

abraço e voltarei sempre com muito gosto

RPM

RPM disse...

amigo...

entrei à procura de um novo texto....

nada! tempo de reflexão?

feliz semana na Paz do Senhor!

RPM