sexta-feira, setembro 22, 2006

Nota pessoal

Pessoalmente desejo as maiores fecilidades ao meu novo Bispo.
Que seja um farol para a nossa diocese em geral e em especial aos leigos ovelhas do seu rebanho, luzeiros do seu horizonte, pontos luminosos que procuram "a luz", e destaco aqueles barcos que andam à deriva neste mar por vezes tumultuoso da vida.
Que o D. António Francisco seja realmente o nosso farol.
Um bem haja e como sempre, tem aqui uma ovelha sempre pronta para ajudar o seu/nosso rebanho.

Para o meu anterior Bispo, D. António Marcelino, penso que já falei anteriormente sobre ele e é reconhecidamente pública a minha posição relativamente a tão especial Pastor.
Um homem fabuloso, um mestre da escrita e um pensador exímio.
Que continue a iluminar-nos com o seu pensamento!
E vamo-nos vendo por aí, D. António Marcelino, obrigado por tudo.

Rezo pelos dois, que o Espírito de Deus os abençõe com a sua infíma graça!

1 comentário:

Anónimo disse...

ao novo Pastor, como dizes, que seja um novo Farol para a Igreja de Aveiro, uma Igreja da Igreja Universal que tem no Papa Bento XVI seu representante máximo...

um abraço

RPM
http:pontosde-vista.blogspot.com